sexta-feira, 15 de agosto de 2008

"Tão Longe de Casa" de Curtis Sittenfeld


Resumo:
Lee Fiora, uma adolescente com catorze anos, informada e inteligente, ganha uma bolsa para ir estudar no prestigiado colégio de Massachussets que a preparará para a universidade. Para trás ficam a família e as recordações de infância em Indiana. Nos próximos quatro anos as suas diversas experiências são descritas tal como se sentisse como um peixe fora de água, perplexa e atónita pelo novo mundo que a rodeia. As complicadas relações com os professores, as intensas amizades com as outras raparigas e a relação com um rapaz que é menos que um namorado mas mais que um amigo combinam-se num singular retrato do excitante e ao mesmo tempo doloroso universo adolescente. Como estudante, Lee sente-se uma intrusa rejeitada pelos outros, sentimento que a conduz a comportamentos auto-destrutivos, abalando a sua identidade perante a comunidade escolar. Uma estreia auspiciosa de uma talentosa escritora que apenas com dezasseis anos venceu um concurso de ficção.

«Hilariante…Uma narrativa com uma estrutura rica».
The New Yorker

«Um dos comoventes e precisos retratos da adolescência».
San Francisco Chronicle

«Uma história complexa sobre classes sociais e raças».
The Boston Globe
----------------------------------------------------------------------------------
Biografia da escritora:
Curtis Sittenfeld, americana, ganhou com apenas dezasseis anos o concurso da Seventeen Magazine, em 1992 e, em 1996, o concurso anual The Mississipi Review’s. Licenciada pela Universidade de Stanford e pelo Iowa Writer’s Workshop, já colaborou para publicações variadas como The New York Times, Fast Company, The Washington Post e com a rádio. Recebeu o Michener-Copernicus Society Award e actualmente trabalha como professora de Inglês a tempo parcial na St. Albans School, em Washington.
----------------------------------------------------------------------------------
Comentário:
Este é um livro que retrata todas as peripécias vividas nas adolescência. Não tenho grande comentário a fazer. É um livro um pouco "parado" se é que me entendem. Não é muito entusiasmante e além disso é um pouco monótono, mas lê.se bem. É sem dúvida um romance que todos os jovens gostariam de ler.
É o tipo de livro que se lê numa tarde de Inverno enroscada no cobertor com uma chávena de chá de chocolate em cima da mesinha. =P

3 comentários:

Flicka disse...

a sinopse do livro parece interessante mas, às vezes, não quer dizer nada. O que interessa é o tipo de escrita, a forma como a história desenrola, etc. Só o saberemos depois de o ler, claro. As desilusões são realmente uma chatice.

Miar à chuva disse...

Este livro já esteve para vir cá para casa, mas acabei por comprar um outro na altura. Pelos vistos fiz bem!
Obrigada pela opinião Beatriz!

Pedro disse...

Não é o meu tipo de livro, portanto acho que não perco quase nada. =P